Principal » Notícias » Destaque »

01 novembro 2017

Temer quer congelar salários de servidores federais

De acordo com Medida Provisória, aumento da categoria seria adiado para 2019. Projeto será enviado ao Congresso Nacional.

O governo ilegítimo de Michel Temer prepara uma nova investida contra os trabalhadores. Na próxima terça-feira (7), o Palácio do Planalto enviará ao Congresso Nacional a Medida Provisória 805/17, que congela o aumento salarial dos servidores federais.

Alegando que precisa diminuir o “rombo nas contas” para o ano que vem, o governo Temer deverá, caso seja aprovada a MP, adiar de 2018 para 2019 a correção salarial do setor. Como se não bastasse, o Planalto também quer aumentar de 11% para 14% a alíquota previdenciária dos trabalhadores que recebam mais de R$ 5.531,00.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Porém, se o aumento será congelado por um ano, o desconto previdenciário já passa a valer em fevereiro de 2018. O projeto será analisado por uma Comissão Mista no Congresso que ainda será instalada.

Fonte: CUT
Foto: CUT-DF


Comentar

Escreva algo





Rua Floriano Peixoto, 1464 – José Bonifácio Fortaleza/CE.
CEP 60025-131
falecom@sindiute.org.br
+55 85 3231.7282
Produzido e atualizado pela TEIA DIGITAL