DESTAQUES


Parlamentares condenam ataques do governo à educação pública

05/07/2019

Críticas aos frequentes ataques à educação pública, ao corte de verbas das universidades e às acusações contra a comunidade acadêmica por parte do presidente da República e do ministro da Educação marcaram as homenagens da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) a escolas, entidades, professores e alunos, em audiência de convidados, nesta quarta-feira (3/7).

Durante a solenidade de entrega de diplomas com votos de congratulações, todos os parlamentares presentes se manifestaram contra as recentes medidas do governo federal que penalizam o ensino público e ressaltaram a importância de valorizar o trabalho desenvolvido pela comunidade escolar.

Entre os agraciados estavam alunos da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, de Minas Nova (Jequitinhonha), que se destacaram na Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras, e estudantes do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) de Leopoldina (Zona da Mata), que desenvolveram pesquisa sobre identificação de fake news.

O requerimento para a audiência foi assinado pela presidenta da comissão, deputada Beatriz Cerqueira (PT), e pelos deputados Betão (PT), vice-presidente, e Professor Cleiton (DC). Mas as homenagens atendem a requerimentos de vários parlamentares. A decisão da deputada de fazer a entrega dos diplomas presencialmente, e não por envio postal, como de costume, mereceu elogios.

“É uma atitude que a Casa deveria seguir. As homenagens em vida e presenciais valem muito mais. Estamos num momento em que é preciso valorizar essas iniciativas”, afirmou o deputado Duarte Bechir (PSD), autor do requerimento de congratulações a Jerônimo Rodrigues da Silva por sua posse como presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), representado no ato pelo reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, Kléber Gonçalves Glória.

Parlamentares defendem resistência

Para o deputado Fernando Pacheco (PHS), “o momento deve ser de resistência ao corte de recursos, à falta de investimentos em pesquisas, à inércia e ao comodismo”. Responsável pelo requerimento de homenagem a alunos e professores do Cefet de Leopoldina, pelo trabalho sobre fake news, o parlamentar alegou que as notícias falsas “ajudam a eleger pessoas a partir de mentiras”. “Essas ações nos dão alento para reagir a uma situação de prejuízos que se instaurou no País”, afirmou.

Ao homenagear a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) pela realização da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, o deputado Professor Cleiton (DC) também criticou os ataques ao ensino público. “Lutamos por uma educação pública e inclusiva, para que estes ataques sistemáticos sejam freados. A gente percebe claramente que existem golpes sendo tramados contra nossa educação, mas vamos resistir”.

A deputada Beatriz Cerqueira destacou o trabalho da Escola Estadual David Campista, de Poços de Caldas (Sul), por seu investimento em arte, cultura e esportes, envolvendo toda a comunidade na melhoria de infraestrutura, sem, contudo, abrir mão da responsabilidade do Estado. “Estamos vivendo um momento obscurantista, de perseguições e acusações, como se a educação pública nada fizesse. Então, para nós, é uma honra homenagear o professor Diney Lenon de Paulo, diretor da Escola Estadual David Campista, de Poços de Caldas”, afirmou.

O vice-presidente da comissão, deputado Betão (PT), foi enfático nas críticas. “Temos um ministro da educação que não gosta da educação nem dos educadores e um governo que ataca as escolas e universidades públicas e entrega o patrimônio público brasileiro”, afirmou.

Natural do Vale do Jequitinhonha, o deputado Doutor Jean Freire (PT) destacou o desempenho dos alunos e professores de Minas Novas. “Esse é só um pequeno sinal do que o Vale do Jequitinhonha é capaz”, disse. Segundo ele, a região é sempre lembrada por sua pobreza, mas a miséria, registrou, é resultado da exploração de um povo rico culturalmente e que tem muito a contribuir.

Homenageados também protestam

Entre os homenageados, muitos também criticaram os ataques à educação pública. Foi o caso da secretária geral da CNTE, Fátima Aparecida da Silva, que condenou o desempenho dos dois ministros da Educação do atual governo. “Dois ministros medíocres que perseguem a universidade pública, perseguem a ciência e a academia”, protestou ela, convocando todos a irem às ruas na Jornada Nacional em Defesa da Educação Pública, no próximo dia 13. Citando Guimarães Rosa, afirmou que “a vida exige coragem”. “E coragem é o que não nos falta. Não vamos deixar esse país ir à bancarrota”, afirmou.

Falando sobre o projeto de pesquisa que apresentou junto com os colegas na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da Universidade de São Paulo (USP), o aluno Davi Guerra do Nascimento, do Cefet de Leopoldina, disse que as fake news “inundaram as redes sociais e são ameaças até mesmo à nossa democracia”.

O professor Diney Lenon de Paulo, da escola estadual David Campista, de Poços de Caldas, disse que a instituição conta com 100 profissionais e mais de 1200 estudantes, com resultados cinco vezes melhores que a média estadual. “A educação deve ser libertadora e educar é antes de tudo um ato político”, afirmou, recordando Paulo Freire, patrono da educação brasileira.

O professor Adalgiso Gonçalves Soares, da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, de Minas Novas, declarou-se extremamente grato pelo reconhecimento demonstrado ao trabalho de seus alunos, aos quais se referiu como “onze pedras preciosas”. Ele fez um apelo para que o governo do Estado financie a viagem dos alunos a Taiwan, na Ásia, representando o Brasil na etapa mundial da Olimpíada Internacional de Matemática. Pelos cálculos que fez, a viagem custaria, para cada um dos alunos, R$ 11 mil. O prazo para pagamento se esgota no próximo dia 15. A presidenta da comissão informou que já solicitou o financiamento à secretária de Educação e aguarda uma resposta.

 

FONTE: CNTE
FOTO: REPRODUÇÃO


Mais notícias...

Compartilhar com:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!